Canela e maçã

Sou feito de paixões repentinas,
amores e sonhos arrebatadores.
Assim que nasce o broto,
já vejo-me colhendo as flores.

E como são belas as flores
que nascem no jardim da esperança!
Atrevo-me e te chamo para rodar
sem mesmo saber como se dança.

Eu não tenho medo,
o que temo é te deixar passar.
Não posso frear estrelas cadentes,
mas quero te pedir pra ficar.
Fica comigo um instante
e me beija como se não fosse partir
e jamais morrerás, e jamais temerás
e jamais deixarei de sorrir.
Brinca comigo de amar,
faz aquele amor gostoso da amanhã
ama comigo como se fosse ficar
e deixa tua boca eu beijar
como se jamais fosse cansar
do teu gosto de canela e maçã!
Ama-me como quem não quer nada!
Ama-me como quem me despedaçará!
Ama-me como insana vadia
e eu não assumirei por covardia
que assim irei me apaixonar!
Aí eu estarei feito poeta
e escreverei as rimas mais certas
quando partir e minha caneta pesar.
Exporei toda nossa falta de pudor
na certeza de que um amor só é amor
se me der canções e poemas
para sentir e chorar.

Publicado por Nivartan

Considero-me um observador cuidadoso, otimista racional, de humor volátil, mas que vem trabalhando o amor em todas as suas possibilidades, buscando sempre ser honrado, justo e valente.

3 comentários em “Canela e maçã

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: